Esse monstro está na sua casa


ácaros

Dia 20 de junho de 2016 se deu início ao inverno no hemisfério Sul, que segundo previsões meteorológicas deve apresentar pouca chuva. A baixa umidade do ar, o aumento da poluição do ar e o frio que pode provocar a queda da imunidade das pessoas, torna-as mais predispostas a ter problemas respiratórios.


Rinite alérgica, sinusite, asma e bronquite ficam mais evidentes durante esse período de frio. Um dos motivos é o contato com ácaros acumulados em roupas, cobertores, edredons, colchões, estofados, tapetes e bichos de pelúcia. Se o ambiente for úmido, ainda pode favorecer a proliferação de fungos.


Muitas pessoas se preocupam em lavar e expor ao sol roupas e cobertas. Muitas esquecem dos estofados e colchões.


Proteger o colchão com uma capa pode ajudar a conservá-lo limpo (já que pode ser lavada com frequência). É aconselhável deixar a cama "respirar" por cerca de 30 minutos todos os dias antes de colocar lençol e coberta por cima. Os lençóis devem ser trocados todas as semanas.



O colchão é o ambiente preferido dos ácaros em uma casa, afinal passamos 1/3 de nossas vidas sobre ele, deixando pele morta que é o alimento dos ácaros e transpiramos, o que colabora em criar a umidade ideal para a proliferação.

Em 6 anos de uso de um travesseiro, cerca de 10% do seu peso é de ácaros e fezes de ácaros. Em um colchão com 10 anos, existem aproximadamente 1 trilhão de ácaros.


Aspirar o colchão pelo menos uma vez por mês ajuda a remover células mortas que atraem ácaros. Embora a aspiração seja uma forma simples de manter o colchão limpo, deve-se pelo menos uma vez ao ano higienizar o colchão. O serviço de um profissional ajuda a remover a sujeira mais profunda, eliminando ácaros, fungos e bactérias.

#ácaros #higienizaçãodecolchões #limpezadeestofados #limpezadecolchão

Posts Relacionados

Ver tudo